Pular para o conteúdo
Início » Tecnologia » A história do videogame: conheça o início de tudo!

A história do videogame: conheça o início de tudo!

a história do vídeo games

Se hoje você passa metade de um dia dentro do quarto, imerso em um universo totalmente arrebatador e entusiasmante com certeza não faz ideia do quanto essa experiência poderia ser entediante anos atrás. A história do videogame é mesmo espetacular!

Hoje, eles são super tecnológicos e possuem gráficos que permitem experiências altamente imersivas. Porém, tudo isso surgiu de uma forma pouco pretensiosa e nos arriscamos até em dizer que a ideia original era bem… chata.

Acompanhe nosso post e descubra tudo sobre a história do videogame!

Como surgiram os videogames?

como surgiram os video games

É bem verdade que essa história é cheia de “disse me disse”, porém, abstraindo toda a mitologia envolvida, a história dos videogames é bem interessante.

Tudo começou no auge da guerra fria, pelas mãos de um dos criadores da bomba atômica. Por essa você não esperava, não é mesmo? O ano era 1958, o homem era Willy Higinbotham. Um americano que não fazia ideia do potencial daquela criação e, assim, sequer se preocupou em patenteá-la.

O primeiro videogame, de Higinbotham, foi na verdade uma estratégia desenvolvida para aumentar o número de visitantes do Brookhaven National Laboratories. Pois na época, era importante que o governo americano exibisse seu potencial nuclear.

Sendo assim, ele desenvolveu um joguinho que qualquer um de vocês dormiria no meio da partida. Se trata do Tennis for Two, um game que contava apenas com dois traços e uma bola, era exibido por meio de um osciloscópio e processado por um computador analógico.

A evolução dos primeiros videogames

evolução dos video games

Pois bem, por aqui nós não damos bait em ninguém. Nós avisamos desde o início que o começo da história era tedioso, certo? Mas calma, ainda vamos ter vários plot twists, esse enredo vai subir de nível mais rápido do que você poderia prever.

Vale a pena lembrar que, na época, os computadores estavam em uma fase de plena evolução. Sendo assim, as novidades nessa área não paravam de surgir. A memória RAM há pouco havia se tornado uma realidade e então, já era possível interagir com um computador em tempo real.

Foi então que, em 1961 o Massachusetts Institute of Technology (MIT),  desenvolveu o primeiro joguinho eletrônico para computador. Ele rodava no computador mais modernão da época, um PDP-1, que tinha o “tamanho compacto”… de uma geladeira.

Saiba mais sobre isso nesse post: A linha do tempo dos monitores de vídeo!

No ano de 1968, um alemão radicado nos EUA, Ralph Baer, teve o seguinte insight: O que mais poderíamos fazer com a tv além de ver tv? Oh, vamos descobrir! – lê-se com a voz de um  cientista alemão formado em engenharia eletrônica.

Pois bem, pouco tempo depois, Baer lançou o primeiro aparelho capaz de rodar um jogo eletrônico na TV. É claro que um feito brilhante como esse teve uma repercussão enorme, já que até aquele momento os jogos rodavam apenas em computadores e o acesso a eles era restrito a pequenos grupos de estudantes universitários.

Sem perca de tempo, Ralph Baer projetou, desenvolveu e patenteou sua criação. Um aparelho que ele chamou de “Brown Box”. O nome não poderia ser mais fiel já que se tratava exatamente de uma caixa grande, retangular e marrom.

Essa caixa era feita de madeira, vinha com dois controles e era facilmente conectada a qualquer aparelho de TV comum. Ali o usuário encontrava jogos como ping-pong, vôlei, handebol e light-gun. Todos simples, porém, revolucionários.

Hoje, Baer é considerado por muitos como o verdadeiro “pai dos videogames”. Não sabemos vocês mas: nós daríamos um abraço no Bear. Valeu cara!

O surgimento do primeiro console!

quando surgiu o primeiro console

Algumas empresas do ramo de tecnologia começaram a perceber que essa ideia de produzir joguinhos era muito lucrativa. Assim, se iniciaram pesquisas que visavam comercializar essa nova febre.

A década de 70, no que diz respeito a avanços tecnológicos, chegou com força total! Alguns deles foram essenciais para que os videogames se tornassem tudo o que são hoje. Os microchips, por exemplo, influenciaram diretamente nesse processo.

O surgimento do primeiro console da história aconteceu em 1972, nos EUA. Era o Odissey, um console de uso doméstico, desenvolvido pela Magnavox (uma subsidiária da Philips holandesa) e fruto da própria “Brown Box”.

Esse aparelho chegaria no Brasil anos depois, já no final da década de 70. Ele era fabricado pela Philco e pela Ford. Por aqui, ele se popularizou com o nome de “Telejogo” e se resumia em traços que subiam e desciam para rebater um quadrado.

Durante esse período, a Magnavox iniciou a produção de uma série de Magnavox Odyssey Consoles. Eles iam evoluindo ano a ano, passaram da versão 100 para a 200, 400, 500, 3000 e 4000.

A cada lançamento a qualidade crescia um pouco em relação à versão anterior, os gráficos iam evoluindo e os controladores se tornando mais precisos. Nesse período, surgia também o Atari.

Sim, o Atari. Aquele que tinha o Pong e que muita gente acredita ser o videogame mais antigo de todos.  Depois disso, os videogames não pararam de evoluir…  Mas o nosso post vai ficando por aqui.

E aí, quer saber tudo sobre a história da evolução do videogame partindo do Atari até os últimos Xbox? Então, fique de olho em nossos próximos posts. Em breve, vamos trazer o final da história para você.

Alias, final? Será mesmo o final? Ou será que até o momento vivemos apenas uma pequena parcela de tudo o que vem por aí? Acompanhe o blog da Brotherss e fique por dentro das novidades!

Marcações:

Join the conversation