Pular para o conteúdo
Início » Tecnologia » SpaceX lança 1380 satélites em órbita

SpaceX lança 1380 satélites em órbita

Nesta quarta-feira, dia 07 de abril, a SpaceX lançou 60 novos satélites Starlink no espaço, totalizando 1380 ao redor da Terra.

Elon Musk Com sua SpaceX dominando o mundo

O foguete Falcon 9 lançou, no dia 07 de abril, mais um lote de 60 satélites Starlink em órbita. Esse foi o 10º lançamento em 2021 da SpaceX, que pretende completar um total de 1440 satélites em órbita ainda este ano. O lançamento se deu às 11h34, horário de Brasília, e durou 9 minutos. Além disso, o foguete decolou da base da Força Espacial dos EUA em Cabo Canaveral, na Flórida.

A engenheira de manufatura da SpaceX Jessie Anderson deu a seguinte declaração “O FALCON 9 DECOLOU COM SUCESSO DA ESTAÇÃO DA FORÇA ESPACIAL DO CABO CANAVERAL LEVANDO NOSSA PILHA DE SATÉLITES STARLINK PARA A ÓRBITA.”

A SpaceX está firme em realizar sua meta de completar como ela mesmo diz sua constelação de satélites em torno da Terra. Até então, foram colocados em órbita cerca de 430 satélites entre janeiro e março e a meta é 1440 para este ano. Contudo, a Federal Communications Commission autorizou 12.000 satélites, o que é um número incrível. Porém, por incrível que pareça, a SpaceX ainda solicitou um incremento de mais 18.000, totalizando 30.000 satélites.

Mas para que tantos?

A Starlink é uma empresa criado pelo bilionário Elon Musk, que tem como objetivo oferecer internet de alta velocidade através de satélites, para todos os lugares do mundo. Inclusive, eles já estão vendendo parte do serviço, no caso as antenas, que estão custando cerca de US$499 (quase R$ 2.810 nos dias de hoje), o que, em outras palavras, é um sinal para reservar o serviço.

Como a ideia, a princípio, é oferecer conectividade global total, estima-se que com 1.680 satélites em órbita isso seja possível. Assim, serão necessários apenas mais 4 lançamentos para chegar a esse número. Não é preciso dizer que oferecer um serviço com essa amplitude a poucos anos era impensável na prática, mas agora é apenas uma questão de tempo.

A princípio o serviço entrara em um estado beta: “Ainda temos muito trabalho a fazer para tornar a rede confiável. Vamos sair do beta quando tivermos um produto realmente excepcional”.

Declarou a empresa.

O serviço está disponível no Brasil para a pré-venda, com previsão de lançamento para 2022 e, caso o comprador queira desistir da compra no meio do caminho, o reembolso está liberado.

Para mais matérias como essa continue no nosso site clicando aqui.

Join the conversation